Coca-Cola tem prejuízo de 4 bilhões de dólares após gesto de Cristiano Ronaldo

Tudo que um astro do esporte faz acaba gerando grande repercussão, e o gesto de Cristiano Ronaldo de retirar duas garrafas de Coca-Cola antes de uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (14/4) comprovou isso. Nesta terça (15/6) as ações da marca de refrigerante despencaram, gerando um prejuízo de 4 bilhões de dólares.

 

Ao abrir o mercado nesta terça, as ações da marca caíram consideravelmente com uma desvalorização de 1,66%. Os papéis da empresa que custavam 56,10 dólares antes da entrevista passaram a valer 55,22 dólares. A marca Coca-Cola deixou de ser avaliada em 242 bilhões de dólares para passar a valer 238 bilhões de dólares.

 

Ao chegar na sala de imprensa para dar uma entrevista coletiva antes da partida de Hungria e Portugal da Eurocopa, CR7 se mostrou claramente incomodado com as duas garrafas de refrigerantes colocadas sob a mesa. Além de afastá-las, o Robozão fez questão de mostrar a todos a sua escolha. “Água!”, exclamou o jogador levantando uma garrafa contendo água.

Compartilhar agora
X