CNN usa termo “lockdown” para Petrolina e confunde população. Leia a matéria e entenda:

A CNN entrevistou o prefeito de Petrolina Miguel Coelho, para todo o Brasil, na manhã deste domingo (12) para comentar sobre o novo fechamento do comércio a partir desta segunda (13) e o que era para esclarecer, acabou confundindo a população da cidade.

 

É que na barra de informações do canal, aparecia o termo “Lockdown”, o que NÃO vai acontecer em Petrolina. Miguel Coelho determinou, como dissemos acima, o fechamento do comércio. Lockdown está sendo adotado em algumas cidades com um número crescente de casos da Covid-19 e preocupantes taxas de ocupação de leitos de hospitais. Recife já ocorreu isso e a cidade de Sobradinho, também. Lockdown se caracteriza pela proibição de pessoas irem às ruas, passíveis inclusive de multa. Além disso, não pode nem circular carro sem autorização oficial da prefeitura, o que o prefeito deixou claro em sua última entrevista que não é o caso de Petrolina. Em contato com a assessoria de comunicação, a mesma esclareceu que a emissora errou no termo utilizado.

 

Portanto, para esclarecer ainda mais, veja o que NÃO pode abrir a partir desta segunda-feira, dia 13:

 

– Comércio (não essencial)
– Shopping;
– Feiras livres;
– Serviços públicos (atendimento na Prefeitura de Petrolina);
– Orla e as pistas de caminhada em avenidas de grande fluxo (Ex.: Av, Monsenhor Ângelo Sampaio, Integração, Estrada da Banana, Ulysses Guimarães…)
– Barbearias / estéticas;
– Concessionárias de veículos;
– Escritórios Jurídicos, contabilidade…;
– Reuniões religiosas (Cultos e missas).

Por Bruno Lopes/Portal Zap

Compartilhar agora
X