Caso Beatriz: Polícia Civil analisa material genético de suspeito preso no Piauí

Lucinha Mota, mãe da menina Beatriz Angélica Mota, confirmou que um homem que apresentava semelhanças ao retrato falado do suspeito do crime, foi preso na cidade de Canto do Buriti (PI) e ouvido pela Polícia Civil do estado. O homem já foi identificado como foragido por outros crimes, e, segundo Lucinha, teve seu material genético coletado para ser avaliado.

 

“Ele foi capturado, foi encaminhado para a Delegacia, foi qualificado. A Polícia Civil do Piauí deu toda assistência necessária e humana. Foi confirmado que ele era foragido da Justiça por outros crimes. E em relação ao Caso Beatriz, todos os procedimentos foram realizados”, afirmou Lucinha, que está na cidade desde a semana passada. A mãe da garota também confirmou que a família segue recebendo novas denúncias e segue apurando os fatos.

 

“Mais uma luta até que saiam todos os resultados. Peço que continuem denunciando. Estamos dando atenção para todas as denúncias, estamos indo em cada cidade, em cada estado, que as pessoas estão realizando as denúncias. Nos ajude, continue denunciando, vamos capturar o assassino de Beatriz”, declarou Lucinha Mota. Os números para denúncias são (81) 9 8256-4545 e (87) 9 8168-1496. Há recompensa para quem ajudar e o anonimato.

Compartilhar agora
X