CASO BEATRIZ: Colégio Auxiliadora nega vínculo com pessoas que aparecem em imagem divulgada por Lucinha Mota

O Colégio Nossa Senhora Auxiliadora se manifestou sobre a live realizada ontem (27) por Lucinha Mota, mãe de Beatriz Mota, que divulgou uma imagem, que, segundo ela, justifica o apagamento das imagens do HD que poderia contribuir na elucidação rápida do crime. A instituição disse que “as imagens divulgadas compõem o Inquérito Policial desde meados de 2017/2018, as quais a mesma teve acesso desde o respectivo período”.

 

“Com relação às pessoas que aparecem nas imagens, estas não fazem parte da nossa instituição, tendo sido todas identificadas e ouvidas pela Policia Civil de Pernambuco”, acrescentou o colégio. Nas imagens, de acordo com Lucinha, o assassino da garota aparece ao lado de uma freira do Colégio Maria Auxiliadora, e de outras duas pessoas não identificadas.

 

“Como já nos posicionamos em outras oportunidades, não houve manipulação e/ou exclusão de imagens das câmeras pelo Colégio. As gravações foram entregues de forma completa e em originais à autoridade policial, inclusive devidamente documentado no Inquérito Policial, cabendo aqui esclarecer que foi o colégio que financiou a recuperação das imagens à pedido da Polícia Civil de Pernambuco. Registre-se que é de total interesse da Direção desta instituição que o crime seja brevemente elucidado, apurando-se a verdade real, declarando que confia plenamente na Justiça e na Polícia Civil do Estado para a solução do caso”, finaliza o Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em nota enviada à imprensa.

Compartilhar agora
X