CAMINHADA POR JUSTIÇA: Mãe do garoto Miguel vai se unir a Lucinha Mota no trecho final até Recife

Mirtes Renata Souza, mãe do garoto Miguel Otávio, de 5 anos, vai se unir com Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica, e juntas farão o último trecho do percurso até o Palácio das Princesas, sede do governo pernambucano. Na Caminhada por Justiça, de 700 Km, que se iniciou no último dia 5, saindo de Petrolina, Lucinha reivindica a federalização do caso Beatriz e a permissão para que um grupo de peritos americanos participe da investigações.

 

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, Mirtes manifesta seu apoio e anuncia que caminhará ao lado de Lucinha no último trecho da caminhada. Ela é mãe de Miguel, que morreu ao cair do novo andar de um prédio de luxo, em Recife, em junho de 2020. Sarí Corte Real, na época patroa de Mirtes, é acusada por abandono e incapaz, já que deixou, negligentemente, a criança num elevador do prédio.

 

Lucinha mota, por sua vez, luta por Justiça pela morte da filha, Beatriz Angélica, assassinada com mais de 40 facadas durante uma festa de formatura de uma escola particular de Petrolina, em dezembro de 2015, e que vem lutando para que o caso seja finalmente desvendado.

Compartilhar agora
X