Bares e restaurantes voltam nesta segunda (10) em Juazeiro; veja o que o cliente também deve fazer para que tudo dê certo

A partir desta segunda-feira (10), lanchonetes, bares e restaurantes  de Juazeiro-BA estão autorizados a funcionar recebendo, presencialmente, os clientes, após cinco meses com os serviços parcialmente interrompidos por causa da pandemia da covid-19. Esses estabelecimentos devem adotar uma série de medidas sanitárias, visando a segurança de clientes e funcionários, e estão sujeitos à multa caso descumpram as regras do decreto municipal.

 

São obrigações dos estabelecimentos garantir a: aferição da temperatura na entrada; exigência do uso de máscara para todos os clientes e funcionários dentro do estabelecimento comercial (dispensada para os clientes apenas durante a ingestão de alimentos e bebidas); demarcação de posicionamento das mesas e redução do número para 30% da capacidade do local, mantendo-se distância mínima de dois metros entre elas, privilegiando a disposição de mesas em ambientes abertos, se possível; e disponibilização obrigatória de álcool em gel para clientes e funcionários e deverá ser borrifado álcool 70% nas mãos de todos os clientes. Música com voz e violão também está permitido.

 

Mas os clientes também têm obrigações e deveres para garantir a sua própria segurança e dos funcionários do estabelecimento. É importante que ele não seja apenas um consumidor, mas também um fiscalizador do ambiente, devendo observar se o estabelecimento está cumprindo as obrigações recomendadas.

 

Dessa forma, quando for a um bar ou restaurante, o cliente deve observar se os funcionários estão paramentados com equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas, se o distanciamento de 2 metros entre as mesas está sendo respeitado, se o local dispõe de pontos para uso de álcool e se está sendo limpo e higienizado.

 

O cliente deve priorizar mesas que estejam em ambientes abertos. No momento de comer ou beber, o cliente deve tirar a máscara e guardar em um saco à parte. O ideal é não voltar a utilizá-la e pegar uma nova quando terminar de se alimentar. Ou seja, saia ao menos com duas máscaras (uma em uso e outra devidamente guardada). Quando necessário deslocamento para sanitários ou para outra finalidade dentro do estabelecimento, faça uso da máscara.

 

Outra dica importante é priorizar o uso de cartão (se possível, com aproximação) ao invés de dinheiro em espécie ou moedas. Caso não seja possível, faça a higienização das mãos logo após efetuar o pagamento. Também não esqueça que não é recomendado o compartilhamento de talheres, copos e outros objetos. Priorize cardápios online, caso o estabelecimento possua. Caso não, faça a higienização logo após.

 

Diante disso, o Portal Zap ressalta que é importante que o estabelecimento cumpra suas obrigações, mas lembra que os consumidores também têm seus deveres, incluindo de ser um fiscalizador do espaço. Afinal, é sua segurança que também está em jogo.

 

ah… e não esqueça: não é tempo de comemorar. Evite ir a esses espaços com grupos de amigos.

Compartilhar agora
X