Bahia deve receber 300 mil doses da Sputinik V em julho, mas apenas algumas cidades serão contempladas; entenda

A primeira remessa da vacina Sputinik V deve chegar à Bahia no mês de julho. Em transmissão ao vivo do programa Papo Correria, nesta terça-feira (15), o governador Rui Costa disse que o prazo foi confirmado em uma reunião com os demais governadores do Nordeste e com o Fundo Soberano da Rússia. Serão 300 mil doses nessa primeira remessa, que serão aplicadas em 4 ou 5 cidades com até 50 mil habitantes, como explicou o governador, para fazer uma análise dos efeitos da vacinação em massa com a Sputinik V.

 

Quem poderá tomar a vacina? – No último dia 4 de junho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a importação das vacinas Sputnik V e Covaxin em caráter excepcional. No entanto, foi estabelecida uma série de limitações quanto ao uso desses imunizantes no país. Entre os critérios, foi estabelecido que só podem tomar a vacina adultos, de 18 a 60 anos, sem comorbidade e ainda não vacinados. Além disso, ficou determinado o monitoramento dos resultados e o público-alvo foi restrito a no máximo 1% da população neste momento.

 

Cada Estado vai receber o suficiente para a imunização em duas doses de 1% da população. Veja a distribuição:

 

• Pernambuco: 192 mil doses;
• Bahia: 300 mil;
• Maranhão: 141 mil;
• Sergipe: 46 mil;
• Ceará: 183 mil;
• Piauí: 66 mil doses.

Compartilhar agora
X