Anvisa aprova importação de doses da vacina Covaxin e Sputnik

A maioria dos diretores da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, nesta 6ª feira (4.jun.2021), a autorização excepcional e temporária para uso e importação das vacinas contra a covid-19 Covaxin (da Índia) e Sputnik V (da Rússia).

 

Fica liberada a compra dos imunizantes, porém com restrições. Isso significa que cada aquisição de doses deverá ser autorizada pela agência individualmente. A autorização poderá ser cancelada pela Anvisa a qualquer momento.

 

Com a liberação dessas vacinas, chega a 6 o número de vacinas contra covid-19 com uso autorizado no Brasil. Antes, a Anvisa já havia liberado as vacinas CoronaVac, AstraZeneca/Fiocruz, Pfizer e Janssen.
A Covaxin foi liberada para ser importada pelo Ministério da Saúde, que tem contrato para compra de 20 milhões de doses.

 

A Sputnik V poderá ter doses importadas diretamente pelos Estados. A representante desse imunizante no Brasil é o laboratório União Química.

Compartilhar agora
X