Anitta revela em documentário que foi vítima de estupro aos 14 anos

No primeiro episódio da série documental “Anitta: Made In Honório”, que estreou nesta quarta-feira (16), na Netflix, a cantora revelou, pela primeira vez, que foi vítima de estupro quando era adolescente. A artista disse que o medo do homem responsável pelo crime foi o principal motivo para o abuso sexual nunca ter vindo a público. Além disso, Anitta disse também que por muitos anos conviveu com o drama de achar que a culpa do acontecido era sua.

 

“Quando eu tinha 14 para 15 anos, conheci uma pessoa. Eu tinha medo dele, ele era autoritário comigo, falava de forma autoritária. Eu nunca expus isso em público. Ele estava muito nervoso, muito estressado. Eu estava com bastante medo das reações dele e eu acabei perguntando se ele queria ir pra um lugar só nós dois. Rapidamente, na mesma hora, ele parou o estresse dele e perguntou se eu tinha certeza. Eu falei que sim. Mas hoje eu tenho plena certeza que eu falei que sim, porque eu tinha muito medo do estresse dele. Quando eu cheguei lá, eu percebi que não era certo fazer aquilo por medo e eu falei que não queria mais. Mas ele não ouviu. Ele não falou nada. Ele só seguiu fazendo o que ele queria fazer. Quando ele acabou, ele saiu, foi abrir uma cerveja e eu fiquei olhando pra cama cheia de sangue”, relatou Anitta, aos prantos.

 

Em nota divulgada nas redes sociais, a assessoria de imprensa de Anitta afirma que ela não irá mais se pronunciar sobre o assunto. “A Bpmcom esclarece que Anitta não se pronunciará sobre o episódio que foi relatado por ela mesma ao final do primeiro episódio de sua série “Anitta: Made in Honório”, na Netflix. Tudo o que diz respeito a esse assunto já foi dito na série”, diz o texto.

foto: reprodução/Instagram

Compartilhar agora
X