Alunos da rede pública estudaram quase 50% menos durante pandemia, segundo estudo da FGV; confira

A pandemia de Covid-19 diminuiu praticamente pela metade a carga horária das crianças de 6 a 15 anos que estudavam em escolas públicas no Brasil. É o que destaca uma pesquisa elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Esta pesquisa recebe o nome de “Retorno para Escola, Jornada e Pandemia”, divulgada nesta quarta-feira (19).

 

De acordo com este levantamento, os alunos da rede pública estudavam, em média, 4 horas e 10 minutos por dia antes do início da pandemia do novo coronavírus.

 

Depois da crise sanitária, a carga horária das crianças despencou para 2 horas e 11 minutos, segundo a FGV.

 

Para as crianças em que as famílias pertencem ao Bolsa Família, a situação é ainda mais complicada: o número de horas estudadas caiu de 4 horas e 1 minutos para 2 horas e 1 minuto. Uma redução de aproximadamente 50% na carga horária.

 

 

Compartilhar agora
X