50% da população baiana poderá estar vacinada até julho caso Anvisa libere Sputnik, diz Rui Costa

Caso haja a liberação da vacina russa Sputnik V, produzida pelo Instituto Gamaleya, a Bahia poderá ter 50% de sua população, cerca de 7,5 milhões de pessoas, vacinadas contra a covid-19. Essa foi a estimativa apresentada pelo governador Rui Costa (PT) nesta segunda-feira (24), ao fazer novas críticas à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por conta do imbróglio para a liberação do imunizante.

 

“Até final de julho teríamos 10 milhões de vacinas imunizando 5 milhões de baianos. Nós chegaríamos, na pior das hipóteses, no final de julho, com 8 milhões de baianos imunizados. Essas vacinas Sputnik são fundamentais para a gente chegar em julho respirando aliviado e passando de 50% da população imunizada”, detalhou Rui. O Consórcio Nordeste, entidade dos nove estados da região, fechou a compra de cerca de 37 milhões de doses da vacina.

 

“Na sexta-feira formalizamos os últimos documentos vindos da Rússia, no formato que a burocracia da Anvisa queria e agora esperamos que agora finalmente autorizem a importação até maio. Compramos 10 milhões de vacinas para receber todas até julho. Se até aqui, a conta gotas, conseguimos imunizar 3 milhões, em julho, com a aprovação, teremos 8 milhões de baianos vacinados, com as que recebemos do governo federal podemos ter até 10 milhões”, explicou.

Compartilhar agora
X