Vereadores se reúnem com Associação de Restaurantes de Petrolina para dar prosseguimento a projeto que os tornam serviço essencial

Com a crise da pandemia amparada por Decretos do Governo de Pernambuco que impedem o funcionamento de serviços considerados não essenciais, donos de restaurantes de Petrolina alegam preocupação com impacto econômico que pode provocar dezenas de demissões.

 

Preocupados com o novo cenário desfavorável aos restaurantes, representantes da Associação de Restaurantes e Similares estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (08 de março), com os vereadores por Petrolina – César Durando e Wanderson Batista. Oportunidade na qual fora debatido a possibilidade da elaboração de um Projeto de Lei na Câmara Municipal, que evidencie o serviço de restaurantes e similares, como essenciais no município sertanejo.

 

O Chef Guimarães, presidente da Associação, externou sua indignação às determinações do Governador Paulo Câmara, pediu apoio às autoridades políticas de Petrolina e agradeceu o apoio dos vereadores César Durando e Wanderson Batista.

 

“No momento atual, eles pediram nossa intervenção junto ao Legislativo Municipal e o apoio do deputado estadual Antônio Coelho, bem como, do Executivo Municipal, de modo a dar apoio à classe através da criação de um auxílio para os garçons e os donos de restaurantes. Além disso, eles solicitaram a isenção, redução ou prorrogação do vencimento para pagamento de IPTU, alvará de funcionamento da vigilância sanitária, dentre outros benefícios, que possam amenizar a crise financeira que o setor enfrenta, vamos levar o assunto para plenária e buscamos uma alternativa para a categoria”, pontuaram os vereadores. (Ascom)

Compartilhar agora
X