VEM AÍ: Apple pede que operadoras se preparem até 2022 para iphone sem chip

Já faz um tempo que a tecnologia eSIM existe, e parece que vem aí um empurrãozinho para ela, dado por ninguém menos que a Apple. Segundo informações de fontes familiarizadas com o assunto, a companhia pediu que as operadoras americanas se preparem para um iPhone sem entrada para chip.

 

A informação foi obtida pelo site MacRumors. De acordo com uma fonte anônima, a empresa avisou que está preparando o lançamento de smartphones que funcionam só com eSIM. Um documento aparentemente legítimo traz o cronograma para a mudança, mas sem mencionar a Apple ou o iPhone.

 

Os operadoras passariam a vender alguns modelos de iPhone 13 sem chip no segundo trimestre de 2022, como parte dessa transição. O plano vendido com o aparelho viria apenas no eSIM.

 

O prazo final da mudança seria em setembro de 2022, época do ano em que a Apple geralmente lança seus iPhones novos. Isso pode indicar que o iPhone 14 já deixará de lado o suporte ao chip físico, pelo menos em alguns modelos da linha.

 

Além do iPhone, modelos de topo de linha da família Samsung Galaxy e o Motorola Razr oferecem suporte ao eSIM — este último, aliás, também não tem entrada para chip físico no modelo de 2019, vendido no Brasil.

 

As grandes operadoras brasileiras até oferecem o eSIM, mas nem sempre é um processo simples: há restrições a alguns planos e geralmente a opção pelo formato digital precisa ser feita por um canal de atendimento com um humano ou em uma loja.

Compartilhar agora
X