Variante Ômicron representa risco global “muito alto”, diz OMS

A variante do coronavírus Ômicron provavelmente se espalhará internacionalmente e representa um risco “muito alto” de surtos de casos que podem ter “consequências graves” em alguns lugares, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda (29). Nenhuma morte relacionada à Ômicron foi relatada, embora mais pesquisas sejam necessárias para avaliar seu potencial de escapar da proteção induzida por vacinas e infecções anteriores, disse.

 

Em antecipação ao aumento do número de casos à medida que a variante, relatada pela primeira vez na semana passada, se espalha, a agência da ONU instou seus 194 estados membros a acelerar a vacinação de grupos de risco e garantir que os planos estejam em vigor para manter os serviços de saúde.

 

“A Ômicron tem um número sem precedentes de mutações na proteína spike do vírus, algumas das quais são preocupantes por seu potencial impacto na trajetória da pandemia”, disse a OMS. “O risco global geral relacionado à nova variante […] é avaliado como muito alto.” Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, fez o alerta no início de uma assembleia de ministros da saúde que deve iniciar negociações sobre um acordo internacional para prevenir futuras pandemias.

 

*com informações CNN

Compartilhar agora
X