TALVEZ EM 2023: Univasf continuará sem o ‘bônus regional’ para cursos de Medicina

Não foi dessa vez! A discussão sobre a adoção do bônus regional para os cursos de medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) foi retirada da pauta da reunião do Conselho Universitário (Conuni) desta terça-feira (16). A justificativa é que não houve tempo suficiente para a comunidade acadêmica se apropriar do relatório da comissão de bonificação.

 

A expectativa é que o bônus volte a ser debatido e votado no próximo dia 26, em nova reunião do Conuni. Porém, mesmo que aprovado, o bônus não será adotado para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, isso porque o prazo final apresentado pelo Ministério da Educação (MEC) encerra na sexta-feira (19). Ou seja, se aprovada, a medida só valerá em 2023.

 

O objetivo da proposta de bonificação é possibilitar que mais pessoas da região tenham acesso aos cursos da Univasf. Se aprovado, o bônus regional vai adicionar uma pontuação extra na nota do Enem de estudantes locais. Atualmente, segundo um relatório, 55% dos estudantes do curso de medicina são do Vale do São Francisco. No curso de Medicina no campus de Paulo Afonso, na Bahia, 33% dos alunos são da região. Diferente de Medicina, os estudantes do Vale do São Francisco são maioria nos outros cursos oferecidos na Univasf, em cerca de 90%.

Compartilhar agora
X