TÁ DIFÍCIL: Mulher se joga de carro para não ser estuprada por motorista de aplicativo

Uma mulher que usava o serviço de transporte por aplicativo viveu momentos de terror após ter sido dopada e sofrer uma tentativa de estupro, entre o Recanto das Emas e o Riacho Fundo II, no Distrito Federal, no domingo (7). De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi ouvida, identificou o suspeito e uma investigação foi aberta para apurar o caso. O nome do motorista não foi revelado. Esse é o segundo caso ocorrido na região e está conhecido como “golpe do gás”.

 

“Tudo corria normalmente após ele me cumprimentar e dar boa noite. Passado algum tempo, começaram uma série de perguntas pessoais como: onde moro, com quem moro, o que eu fazia”, contou.

 

“Percebi que ele mexeu em alguma coisa no compartimento da porta e, logo, depois senti um cheiro muito forte, como se fosse éter ou clorofórmio”, lembrou. Ela passou a sentir tontura e o corpo ficou gelado.

 

A vítima precisou abrir a porta do carro em movimento para que o condutor parasse o veículo no acostamento. Assustada, ela se jogou do carro e, mesmo cambaleante, começou a correr. Neste momento, a vítima relata que o motorista a xingou de [email protected] e [email protected], pedindo para voltar para o carro.

 

“Por sorte, dois rapazes que passavam em um carro ofereceram ajuda. Eles achavam que se tratava de uma briga de casal.” (Bnews)

Compartilhar agora
X