SENSACIONAL! Cinco docentes da Univasf estão entre os dez mil cientistas mais influentes da América Latina

Entre os dez mil cientistas mais influentes da América Latina listados no ranking AD Scientific Index 2021 estão cinco docentes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O ranking leva em consideração citações no Google Acadêmico e trabalhos realizados pelos cientistas nos últimos cinco anos. Os professores foram notabilizados pelos trabalhos nas áreas de Farmácia e Química de Produtos Naturais, Física, Biotecnologia e Medicina Veterinária.

 

No ranking, os professores destacados são Alexandre Redson e Maurício Horta, do Colegiado de Medicina Veterinária (CMVET); Helinando Pequeno de Oliveira, do Colegiado de Engenharia Elétrica (Cenel); Jackson Guedes e Xirley Pereira Nunes, ambos do Colegiado de Farmácia (CFarm). Embora possua cinco pesquisadores presentes na classificação, apenas quatro aparecem no ranking vinculados à Univasf. Em seus dados do Google Acadêmico, o professor Alexandre Redson ainda aparece vinculado à Universidade Estadual Paulista (Unesp) “Júlio de Mesquita Filho”.

 

Por este motivo, a Univasf consta na 201ª posição entre as 453 instituições latino-americanas evidenciadas por número de pesquisadores presentes no ranking. O AD Scientific Index leva em conta o desempenho científico e o valor agregado da produção individual dos pesquisadores. A classificação ocorre de acordo com o número de vezes que um artigo é citado, equivalente às pontuações dos índices h, e estudos científicos que receberam 10 ou mais citações (i10), além do número total dos últimos cinco anos.

Compartilhar agora
X