Presidente e o vice-presidente eleitos, Lula e Alckmin serão diplomados hoje pelo TSE

Marcado para começar às 14h desta segunda-feira (12) na sede do Corte Eleitoral, o rito irá oficializar o resultado das urnas e o fim do processo eleitoral, não tendo sido comprovada nenhuma fraude eleitoral, até aqui. Lula e Alckmin serão conduzidos ao plenário por dois ministros do TSE indicados pelo presidente da Corte Eleitoral, Alexandre de Moraes.

 

Até sexta-feira (9), 280 convidados haviam confirmado presença — entre eles, os ex-presidentes Dilma Rousseff (PT) e José Sarney (MDB). Já o ex-presidente Michel Temer (MDB), que costumava ir à todas as diplomações, não deve comparecer após ter sido chamado de “Golpista” pelo próprio Lula durante as eleições. O atual presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), derrotado por Lula, também não irá tendo em vista o atual cenário de polarização política entre os dois.

 

Nas redes sociais e em grupos de mensagens, apoiadores de Jair Bolsonaro prometeram realizar protestos contra a diplomação. O evento deve contar ainda com ministros do TSE e do STF, parlamentares, governadores e futuros integrantes do governo petista.

 

 

Com informações Revista Ceará

Foto: Reprodução/Twitter/Lula/Ricardo Stuckert

Compartilhar agora