Prepara o bolso: planos de saúde vão aumentar até 35% em 2021

2021 vai começar pesando no bolso para quem tem plano de saúde, que deverão sofrer um aumento de até 35% nas mensalidades ao longo de 2021, é o que aponta uma estimativa feita pelo site UOL para o reajuste previsto para 2021 somado à alta aprovada para 2020, mas que só será cobrada a partir do mês que vem.

 

Vale ressaltar que, em razão da pandemia, a ANS (Agência Nacional de Saúde) suspendeu o reajuste de 8,14% sobre os planos individuais e de 15% sobre os planos coletivos (que abarcam 81% dos usuários) que seria aplicado este ano. Ainda conforme o portal, ficou decidido que o aumento que valeria para setembro, outubro, novembro e dezembro será cobrado em 12 parcelas a partir de janeiro no ano que vem, mês em que o reajuste de 8,14% (planos individuais) e 15% (coletivos) também passará a valer.

 

Ao site, a ANS disse que fez o possível ao adiar o reajuste deste ano e “diluir o pagamento” em 2021 a fim de “minimizar o impacto aos beneficiários e preservar os contratos”. A agência disse ainda que o reajuste respeitou as despesas de 2018 e 2019, “período anterior à pandemia”, e que a redução da oferta de serviços médicos só será percebida “no reajuste referente a 2021”.

Compartilhar agora
X