Prefeito de Salvador diz que poderá exigir comprovação das duas doses da vacina contra a covid no Carnaval; saiba como seria

Bruno Reis (DEM), prefeito de Salvador, disse que pretende cobrar as duas doses da vacina contra a Covid-19 aos que comparecerem ao Réveillon e Carnaval, caso ocorram, nesta segunda (4). Segundo ele, o controle dos que estão em dia com a vacina será facilitado na festa de fim de ano, já que acontece em um espaço fechado, lembra o gestor.

 

“Eu espero ainda no mês de outubro, dar início a essa discussão do Réveillon e do Carnaval. E vamos exigir pelo menos as duas doses da vacina. Então a festa de Réveillon será em um espaço fechado e para as pessoas terem acesso, terão que ter as duas doses”, disse.

 

Quanto ao Carnaval, Reis citou a possibilidade de que o público vacinado seja identificado por meio das barreiras de acesso, que já são uma realidade na folia soteropolitana. “A gente coloca as barreiras para fazer as revistas para garantir as restrições das marcas, e, se for possível ser feito carnaval, iremos exigir também a comprovação da vacinação. Esses eventos terão que ter esses protocolos”, disse Bruno.

 

foto: Valter Pontes/Secom

Compartilhar agora
X