Moro admite que pode disputar as eleições presidenciais em 2022, diz revista

O ex-ministro Sergio Moro estaria discutindo com um grupo restrito de apoiadores a possibilidade de disputar as eleições presidenciais em 2022. Apesar de Moro não admitir, ainda, publicamente, que pode entrar na briga pelos votos ano que vem, o que deve movimentar o cenário político, a decisão só deve ser anunciada em outubro. Segundo a publicação, empresários, parlamentares e admiradores da Lava-Jato tentam convencer o ex-juiz há tempos a ingressar na política, mas ele sempre justificava que não tinha perfil e disposição para a corrida eleitoral.

 

Além disso, em uma reunião recente com dirigentes do Podemos, partido de centro-direita que tem nove senadores e dez deputados federais no Congresso, Moro foi questionado sobre o assunto e, ao contrário de outras ocasiões, pediu até outubro para avaliar e responder. “Entre aqueles que não querem nem Lula nem Bolsonaro a primeira opção é Sergio Moro. Ele é o antipetismo, ele é a Lava-Jato, ele é a bandeira de muitos que se desapontaram com o atual governo”, afirma a deputada Renata Abreu (SP), presidente do Podemos.

 

Moro está sumido das redes sociais, reduziu o número de palestras e praticamente não tem dado aulas em faculdades nos últimos meses. Atualmente, ele está na cidade americana de Maryland, trabalhando para uma empresa de consultoria, a Alvarez & Marsal, que estaria gostando do seu novo contratado, disse a revista.

 

foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compartilhar agora
X