Ministério Público de Pernambuco pede que seja suspensa a abertura do comércio em Petrolina

O Ministério Público de Pernambuco requereu à Justiça que o município de Petrolina suspenda as medidas de retomada da economia. A iniciativa partiu da Promotoria de Justiça da cidade que entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade ao decreto apresentado pelo prefeito Miguel Coelho (MDB).

 

Confira a decisão do MPPE AQUI 

 

Fonte: Edmar Lyra

Compartilhar agora
X