Lucinha Mota, mãe de Beatriz, reage à suposta carta de homem preso

No começo da noite desta terça-feira (18), veio à tona uma carta supostamente escrita por Marcelo da Silva, acusado de assassinar Beatriz Angélica Mota, em 2015, no Colégio Maria Auxiliadora. Após receber a notícia da carta, Lucinha Mota, mãe da criança, disse ‘toda informação deve ser vista com ponderação e muita cautela’.

 

Lucinha comentou que continua acompanhando de perto as investigações e, principalmente, mantém sua opinião de que Marcelo da Silva seja o suposto assassino de Beatriz. Além disso, ela declarou também que a revelação da carta e do posicionamento do advogado causaram estranheza, porém, “já eram esperados”.

 

“Muitas pessoas querem ganhar holofotes com o caso Beatriz, de grande comoção pública. Portanto, toda informação deve ser vista com ponderação e muita cautela. Estamos entrando em contato com a OAB/PE para saber referências deste profissional”, completou Lucinha Mota.

 

O advogado de Marcelo da Silva comentou sobre a situação do caso: “Curiosamente, quando a mãe da menina faz a caminhada, cai de paraquedas um DNA. Não iremos descansar. O Ministério Público não está acreditando nesta versão, não ofereceu denúncia, se tivesse indícios o MP tinha oferecido denúncia”, completou.

 

Créditos: Preto no Branco

 

 

Compartilhar agora
X