Governo avalia compra de pílula da Pfizer contra Covid-19

A pílula antiviral Paxlovid, que tem eficácia de até 89% na prevenção de hospitalizações e mortes em pacientes de alto risco para a infecção por Covid-19, entrou nos planos do Governo Federal.

 

Nas próximas semanas, o Paxlovid terá seu pedido de autorização de uso no país feito pela Pfizer, que é responsável pela produção das pílulas. Se a Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizar o uso emergencial do remédio, este poderá ser recomendado pelo Ministério da Saúde para ser usado no Sistema Único de Saúde (SUS), sem necessidade de análise prévia da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia ao SUS (conitec).

 

O medicamento deve ser tomado por cinco dias, logo após os primeiros sintomas da doença. O efeito da pilula bloqueia a replicação do vírus e impede que os pacientes evoluam para quadros graves.

Compartilhar agora
X