reprodução

Filme baiano será exibido no XVI Panorama Internacional Coisa de Cinema

Será exibido no próximo sábado (27), na Competitiva Nacional de Longas do XVI Panorama Internacional Coisa de Cinema, o filme Filho de Boi, dirigido por Haroldo Borges. O festival acontece de 24 de fevereiro a 3 de março, em versão on-line e disponível para todo Brasil.  A produção tem o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia, por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura e Fundação Cultural do Estado.  

 

Exibidos em prestigiados festivais internacionais, Filho de Boi teve sua world première no Festival de Busan (Coreia do Sul), um dos maiores festivais do continente asiático, e passou também por festivais como o Festival Internacional de Cinema de Guadalajara (México) e o Festival de Málaga (Espanha), onde recebeu o Prêmio do Público.

 

O filme, além de levar as paisagens do interior da Bahia para a tela, também buscou incorporar representantes da comunidade local ao elenco e à equipe. O protagonista, João Pedro Dias, é de Juazeiro e foi escolhido após um processo de seleção que envolveu 1.500 crianças de escolas públicas na zona rural do sertão baiano. 

 

O longa reflete sobre como se tecem os afetos num ambiente de masculinidade, pensando o machismo nos dias de hoje, a partir da relação entre esses três homens, que têm olhares distintos sobre a vida. “Filho de Boi é um filme sobre raízes, que lança luz sobre as relações no sertão, esse território que normalmente é reconhecido como um lugar de fuga. Mas ficar, às vezes, exige mais coragem do que partir”, diz Haroldo Borges.

Compartilhar agora
X