Estudante petrolinense conquista 3º lugar em residência do Hospital Sírio-Libanês 

O estudante de Nutrição, Luan Lício, conseguiu uma façanha que nem ele mesmo esperava. O jovem, de 22 anos, ficou em 3º lugar na prova do Programa de Residência Multiprofissional Nutricional em Oncologia, do Hospital Sírio-Libanês – SP, uma das unidades mais renomadas do Brasil.

 

Com a voz em tom de quem ainda está fascinado com o que viveu, Luan narra sua história com todos os detalhes. Segundo ele, quando chegou no local da prova e viu todos os concorrentes, de diversas instituições do país, acabou meio que “tremendo na base” e desacreditou que teria alguma chance. Sentimento que logo mudou depois que terminou a avaliação. “Na verdade, quando cheguei no prédio, falei: ‘Meu Deus do céu, não vai dar certo’. Eu estava meio descreditado. Eu pensei em todo aquele povo ali, de faculdades renomadas, de “milhares” de anos… Fiquei pensando ‘será que vai dar certo?’. Então fiz a prova, gostei, saí bem animado”, contou o estudante.

 

Após alguns dias de espera e ansiedade, no mês de fevereiro saiu o resultado e, para surpresa de Luan, lá estava seu nome entre os três melhores. “Minha prova foi boa. Tive uma nota boa. Minha nota foi 68.75 e fiquei em 3º lugar na prova escrita. Quando vi, fiquei doido. O 1º ficou com 71 e mais alguma coisa. E ainda errei uma questão na hora de passar para o gabarito, ou seja, poderia ter ficado em 2º ou 1º. Então veio o resultado e eu disse: ‘Meu Deus! Não acredito’! Fiquei besta porque realmente não esperava. Foi uma boa prova, uma nota boa, gostei”, destacou.

 

Apesar do 3º lugar, Luan não pôde dar sequência nas outras etapas de seleção devido ainda ser estudante. Mas o jovem afirma que vai seguir na luta pelo sonho. “E aí teria a entrevista, mas não participei porque não iria dar em nada para mim, pois não poderia assumir caso passasse nesta etapa. Mas foi muito bom para mim, me deu mais gás para estudar” disse o estudante da Uninassau.

Compartilhar agora
X