Em nota oficial, Governo fala em erros de dados após polêmica com leite condensado, entenda:

Em nota enviada à imprensa às 21h30 de quarta-feira (27/1), a Secretaria Especial de Comunicação Social afirmou que a Secretaria de Gestão do Ministério da Economia identificou “aparente incongruência nos gastos decorrentes de falhas técnico-operacionais no preenchimento dos formulários e no tagueamento das despesas”. Segundo o Executivo, “isso elevaria equivocadamente os valores apresentados pela plataforma ComprasNet”.

 

Diante do achado, o governo anunciou que “fosse feita uma varredura no sistema” e que “técnicos apontassem melhorias operacionais para aumentar a transparência e o compromisso da gestão”.

 

É a primeira vez que o governo fala em erro nos dados oficiais. Primeiro justificou que os gastos com alimentação abrangem grandes grupos, como os de militares, estudantes e beneficiários de programas sociais. Nesta última nota, informam que erros aconteceram no sistema e durante toda a terça-feira (26/1), o Portal da Transparência, que alimenta o painel de compras do governo, ficou instável e chegou a passar dez horas fora do ar, da noite de terça (26) até a manhã de quarta-feira (27).

 

O Portal Metrópoles, que publicou a denúncia dos gastos, explica passo a passo como fez o levantamento dos dados, veja neste link

 

Foto: Fotos públicas

Compartilhar agora
X