Duas boas notícias sobre o coronavírus para começar bem o final de semana

1 – Alemanha diz que pandemia da Covid-19 está sob controle

 

O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, afirmou hoje (17) que a pandemia da covid-19 está atualmente “sob controle” no país e que o número de contágios diminuiu significativamente: “Podemos dizer que conseguimos passar do crescimento dinâmico [do número de contágios] para o linear, já que a taxa de infecção caiu”, explicou. Ele adiantou que a Alemanha já testou 1,7 milhão de pessoas até o momento.

 

2 – Respirador 37 vezes mais barato da UFPB tem licença para produção (Foto)

 

O respirador pulmonar criado em 48 horas pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) teve a licença liberada para produção por empresas. O valor de custo dele é de R$ 400, ou seja, 37 vezes mais barato do que o disponível no mercado.

 

As empresas precisam ter autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para produzir o aparelho, que precisará passar por testes pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Mas as tramitações burocráticas e os testes poderão ser acelerados devido à urgência, com o aumento de casos de Covid-19 no país.

 

O ventilador pulmonar foi desenvolvido na UFPB em 48 horas pelos inventores Railson Ramos, Mario Ugulino, Válber Almeida, Tiago Maritan e Marcos Alves.

 

Dados técnicos

 

Ele usa a tecnologia touch-screen, é equipado com sistema multibiométrico e se conecta via wireless. Por isso, dá pra acessar, monitorar e operar o respirador remotamente, em tempo real, pelo aplicativo do smartphone.

 

Os técnicos informam que dá para montar e programar o aparelho em apenas 1 minuto. Eles lembram também que, ele não é um respirador de emergência, por isso ser usado indefinidamente, ou seja, para substituir os convencionais que existem no mercado.

 

Para conseguir permissão pra produzir o respirador, basta a empresa interessada mandar um e-mail para a Agência UFPB de Inovação Tecnológica – Inova-  [email protected] .

 

Informações do G1

Compartilhar agora
X