Cientistas afirmam a importância do uso de máscara em transporte público, escolas e lugares com aglomeração

Algumas cidades do Brasil já começaram a liberar o uso de máscaras a exemplo do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Maranhão. Outros estados pretendem seguir a mesma ideia, a cidade de São Paulo pretende flexibilizar a medida de contenção do vírus a partir desta quarta-feira, 09, em lugares abertos. A liberação está acontecendo porque os governos estão observando queda expressiva nos casos graves de COVID-19 com o avanço da vacinação.

 

Apesar disso, os cientistas reiteram ainda ser precipitada a autorização visto que recentemente o Brasil passou por um pico dos casos com a chegada da variante Ômicron. Crianças, idosos, pessoas imunodeprimidas e com comorbidades graves devem permanecer com o uso de máscara. Além disso, se o indivíduo sentir qualquer sintoma gripal, deve usar em todos os ambientes.

 

Em entrevista ao UOL, a infectologista Joanna D’arc Gonçalves, professora da UniCEUB (Centro Universitário de Brasília), afirmou que o momento ainda é de cautela e atenção mesmo que alguns comportamentos sociais mostram o contrário. “Se a pessoa tem algum sintoma, até por questão de consciência social, deve colocar a máscara para não infectar os outros. Apesar de termos um comportamento social de que a pandemia já acabou, ela ainda não acabou.”, disse.

 

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Compartilhar agora
X