CHUVAS: Após recusar ajuda da Argentina para a Bahia, Bolsonaro explica decisão

O presidente Jair Bolsonaro (PL) se pronunciou, nesta quinta-feira (30/12), sobre a recusa à ajuda humanitária do governo da Argentina para auxiliar as vítimas das fortes chuvas no sul da Bahia. Segundo o mandatário, o “fraterno oferecimento argentino” foi feito quando as Forças Armadas, em coordenação com a Defesa Civil, já estavam prestando aquele tipo de assistência à população afetada, inclusive com o apoio de três helicópteros da Marinha e do Exército.

 

O país vizinho ofereceu apoio psicossocial e se comprometeu a mandar profissionais especializados em saneamento para a região, que sofre com severas enchentes.

 

Bolsonaro disse que o governo brasileiro avaliou que a ajuda argentina não seria necessária naquele momento, mas poderá ser acionada oportunamente, em caso de agravamento das condições. Ele afirmou ainda que o governo está aberto a ajuda e doações internacionais. (METRÓPOLES)

Compartilhar agora
X