Bolsonaro fala em investir na “cura” do que na vacina para covid-19

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu, nesta segunda-feira (26), que seria mais fácil e barato investir em uma cura para a covid-19 do que em uma vacina, e voltou a defender o uso de medicamentos sem comprovação científica para combater a doença. O assunto está em questão após o presidente ordenar o cancelamento da compra de doses da Coronavac, vacina chinesa que está sendo produzida pelo Instituto Butantan no Brasil.

 

“Não é mais barato nem fácil investir na cura do que na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer a cura”, disse presidente que voltou a defender o uso da hidroxicloroquina e outros medicamentos, pois, em seu entendimento, são a cura para a doença. “Eu, por exemplo, sou um testemunho. Eu tomei a hidroxicloroquina, outros tomaram ivermectina, outros tomaram Annita, e deu certo”, declarou.

 

Entretanto, nenhum medicamento citado pelo presidente têm eficácia comprovada cientificamente contra a covid-19. Bolsonaro afirmou ainda que não se pode “correr” com a compra de uma das vacinas. Bolsonaro, assim como o Ministério da Saúde, tem defendido que a vacina não será obrigatória.

foto: Carolina Antunes/PR

Compartilhar agora
X