BOAS NOTÍCIAS: Menina de 6 anos faz pulseiras de miçanga para doar a crianças de hospitais e orfanatos

Laura Almeida, de 6 anos, ganhou de aniversário, em agosto, uma caixinha de miçangas. Ela logo estreou o presente: fez pulseiras e vendeu-as por R$ 2 para as amigas da escola. Mas a menina queria também dar um jeito de “alegrar quem está doente ou quem não tem papai e mamãe”.

 

Foi aí que nasceu a ideia de caprichar na produção e doar pulseirinhas coloridas para hospitais e orfanatos. Laura e a mãe, Virgínia, fabricam as bijuterias na garagem de casa, em Cajamar, zona metropolitana de São Paulo.

 

 

“As crianças devem ficar tristes e sozinhas, então tento dar alguma alegria para elas. Quando vem a inspiração, escolho as miçangas e faço as pulseiras. Já fiz uma de unicórnio que ficou linda”, conta.

 

Quem ficou feliz com a novidade foi Victoria Chaves, de 3 anos, que está internada no mesmo hospital de Curitiba. Ela nasceu com um problema cardíaco raro e não tem previsão para receber alta: “As pulseiras mudaram nosso dia. Eu mesma fiquei muito emocionada. É gratificante receber um apoio assim quando se está há tanto tempo fora de casa.”

 

Por enquanto, foram 100 bijuterias doadas ao Hospital Pequeno Príncipe. Mas Laura quer que mais crianças sejam presenteadas por lá. “Eu e a mamãe vamos fazer mais 100 e mandar para os pacientes”, diz.

 

E ela tem mais um plano: quer deixar o cabelo crescer para doá-lo a pacientes com câncer. “A gente se surpreende com as atitudes da Laura. É um orgulho ser mãe dela”, conta Virgínia. (G1)

Compartilhar agora
X