Após aprovação da Anvisa, Ministério da Saúde também vai usar Coronavac em crianças e adolescentes

O Ministério da Saúde decidiu utilizar doses da Coronavac na imunização de crianças e adolescentes de 6 a 17 anos contra o coronavírus. A informação foi confirmada à CNN pela assessoria de comunicação da pasta. Mais cedo, o governador do Piauí, Wellington Dias, divulgou em nota que também obteve resposta positiva do secretário executivo do Ministério, Rodrigo Cruz. “Tratei com o secretário. Ministério da Saúde vai incorporar hoje mesmo no PNI. Ótima notícia!”, comemorou.

 

A Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 prepara a nota técnica que vai formalizar a incorporação da vacina para utilização em jovens. Ontem (23), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso da vacina Coronavac contra a Covid-19 em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos – com restrição da aplicação em imunossuprimidos dessa faixa etária. Os cinco diretores da Anvisa votaram por unanimidade a favor do uso.

 

Além disso, o Instituto Butantan, que desenvolve a vacina, informou nesta sexta-feira (21) que recebeu uma consulta do governo federal a aquisição de novas doses. Caso o acordo seja fechado, as entregas poderiam ocorrer entre hoje e segunda-feira. Segundo o Butantan, o Ministério da Saúde enviou um ofício ao instituto solicitando informações de quantas doses estariam disponíveis e manifestando interesse na encomenda do imunizante.

Compartilhar agora
X