Apesar do aumento, Auxílio Brasil se torna insuficiente para compra de cesta básica no país

Mesmo com aumento de R$ 200 do Auxílio Brasil, este ainda é insuficiente para diversas famílias brasileiras conseguirem comprar o básico. Dentre essas famílias, Claudia di Silverio, mãe de duas crianças e moradora da favela de Paraisópolis, informou que o valor atual ainda é insuficiente para manter a sua família, em reportagem feita ao portal G1.

 

Claudia informa que “esse dinheiro de R$ 400 não dá o mês inteiro, e R$ 600 ajuda um pouco mais. Mas, como as coisas estão tão caras, vai ser bem difícil. Eu acho que R$ 800 daria pra amenizar um pouco mais, mas não ia ficar tranquilo”. A insuficiência do Auxílio Brasil que está prejudicando a família de Claudia não é muito diferente de outros moradores de São Paulo.

 

Valor do Auxílio Brasil insuficiente

 

Assim como citado anteriormente, outros moradores de São Paulo se encontram com dificuldades para viver com o valor do Auxílio Brasil. Muitos informam que, mesmo após o aumento promovido por parlamentares, com o apoio do governo, em julho deste ano, o valor se mantém insuficiente.

 

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a cesta básica na capital paulista custava em média R$ 749,78 em agosto. O valor estava quase 150 a mais do que o valor recebido por Cláudia e outras 710 famílias beneficiadas, segundo dados do Ministério da Cidadania de setembro, os mais recentes disponíveis.

 

A lacuna entre o mínimo necessário para viver e o auxílio também pode ser percebida nas outras 11 capitais mapeadas pelo Dieese, sendo a maior diferença encontrada nas cidades de São Paulo, Porto Alegre e Florianópolis. Dentre as analisadas, apenas em cinco, o benefício foi suficiente para comprar uma cesta básica.

Compartilhar agora
X