Anvisa pode liberar nesta segunda (26) uso emergencial da Sputnik

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) marcou para esta segunda (26), às 18h, uma reunião extraordinária da diretoria colegiada para avaliar os pedidos de estados e municípios para importação da vacina Sputnik V, usada na imunização contra a covid-19. O imunizante é produzido pelo Instituto Gamaleya, da Rússia.

 

A reunião de deliberação foi marcada dentro do prazo estipulado pela lei e de acordo com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que determinou a análise da questão dentro do prazo de 30 dias.

 

Esta decisão é aguardada com ansiedade por muitos, principalmente pelo Governador da Bahia, Rui Costa, que já tem acordo para trazer a vacina russa para o Estado e que espera apenas a liberação da Anvisa. Rui, inclusive, entrou com pedido no STF para acelerar a avaliação do imunizante.

Compartilhar agora
X