Portal Zap - Juazeirense perde em Brusque e dá adeus a sonho de acesso



Juazeirense perde em Brusque e dá adeus a sonho de acesso
Veja:
publicada em 21/07/2019

Dessa vez não deu. Com a vantagem do empate para conseguir o acesso à Série C, o Cancão não se encontrou em campo na tarde deste domingo (21) e acabou goleado por 4x0 pelo Brusque, no estádio Augusto Bauer, pelo jogo de volta das quartas de final da Série D. 

Um jogo, de fato, para esquecer. O Cancão entrou diferente, com Toni Galego e Balotelli nos lugares de Jeam e Nino, respectivamente. Assim, a proposta de jogo estava clara: apostar no contra-ataque. Algo que não deu certo. Como já era de se esperar, o Brusque começou em cima e teve de cara uma chance com Fio. O Cancão devolveu o susto com ainda mais intensidade. Após uma raspada de cabeça de Toni, o zagueiro Yason bateu cabeça e a bola sobrou para Balotelli, que cara a cara com o goleiro, chutou pra fora.

Um gol que sem dúvidas fez muita falta. A partida seguia com o Brusque rondando a área do Cancão, mas sem criar outras chances de gol. Até o árbitro Marcelo de Lima Henrique enxergou mão na bola de Iran num lance dentro da área e anotou pênalti. Junior Pirambu foi pra bola e abriu o placar. E aos 38, o camisa nove catarinense novamente apareceu. Dessa vez após um cruzamento de Airton para testar de cabeça no canto e vencer mais uma vez o goleirão Gleisbon: 2x0.

Tendo que fazer pelo menos um gol para levar para os pênaltis, Maurílio tirou o Ewerton e voltou com Nino. A Juazeirense então passou a rondar mais o campo de ataque, mas acabou castigado no contra-ataque após o bloqueio de um chute de Clebson. O Brusque então aproveitou bem a zaga desmontada e num novo cruzamento de Airton, Fio cabeceou sem chances para Gleibson: 3x0. Emerson chegou perto de diminuir de falta, mas quem fez mais um foi o Brusque, com Jefferson Renan, aos 37. Fim de jogo, adiado o sonho do acesso. 

 

FICHA TÉCNICA

 

Estádio: Augusto Bauer – Brusque-SC

Brusque: Zé Carlos (Dida), Edilson, Yanson, Cleyton e Airton; Ruan, Thiago Alagoano, Fio (Thiago Henrique) e Romarinho;  Jefferson Renan e Junior Pirambu (Zé Mateus). Técnico: Waguinho Dias

Juazeirense: Gleibson, Rodriguinho, Emílio, Emersone Cesinha; Waguinho, Iran, Ewerton (Nino) e Clebson; Toni Galego (Jeam) e Gustavo Balotelli (Willian). Técnico: Maurílio Silva.

Cartão amarelo: Jeferson Renan, Thiago Henrique; Iran, Emílio e Willian Santos

Gols: Junior Pirambu, aos 27 e aos 38 do 1º/t; Fio, aos 17, e Jefferson Renan, aos 37 do 2º/t

Público: 4.296 

Renda: R$ 88.500,00

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Rodrigo Correa (RJ) e Carlos Henrique Filho (RJ)

TAGS: Juazeirense, série d