Portal Zap - Sofrimento argentino, mais do mesmo no Brasil; Veja nossa coluna inédita da Copa


Sofrimento argentino, mais do mesmo no Brasil; Veja nossa coluna inédita da Copa
Se liga:
publicada em 26/06/2018

Foto: FIFA

O pior da copa

Chato, insosso e por que não desrespeitoso com o público. O jogo entre França e Dinamarca foi o pior da Copa, sem sombra de dúvida. Sorte que o jogo foi às 11 horas, por que se fosse mais cedo...

A França entrou em campo classificada, poupou jogadores e a Dinamarca precisaria apenas de um empate para ir às oitavas. Quando soube que o Peru, já desclassificada, vencia a Austrália por 2 a 0, aí que o marasmo tomou conta.


Mais do mesmo

Tite deu coletiva no dia de hoje e confirmou, teremos mais do mesmo na partida diante da Sérvia. Os mesmos 11 jogadores que iniciaram a última partida contra a Costa Rica, tentará vencer os “grandalhões” sérvios.

Tomara que façamos o resultado antes dos 45 minutos do segundo tempo, por que se não , haja coração!

 


Fica na tua, Kolarov

O lateral esquerdo da Sérvia falou demais em coletiva. Após saber que o técnico Tite não fez mistério em divulgar a escalação, o Kolarov disse que o Brasil poderia estar os provocando, os subestimando para a próxima partida.

É mole?!


Estreia aos 31

O goleiro argentino Franco Armani, que venceu uma Libertadores, uma Sulamericana e incontáveis títulos nacionais pelo seu clube, estreou hoje com a camisa da seleção argentina. Após o titular de Jorge Sampaoli, Romero, se machucar e não ir a Rússia e seu reserva Caballero falhar no jogo contra a Croácia no mundial, o jogador fez, finalmente, sua estreia pelos hermanos.

Sua trajetória no futebol talvez explique o por que um atleta tão vencedor, só agora, nesta copa, apareça na lista de convocados.

Armani começou a carreira no pequeno Ferro Carril Oeste em 2007, logo em seguida foi vestir a camisa do Deportivo Merlo, também da segundona e em 2010 começou sua carreira de sucesso. O jogador foi defender o Atlético Nacional da Colômbia, clube este que defendeu entre 2010 e 2017, vencendo tudo que podia. Armani inclusive foi várias vezes sondado para defender as cores da Colômbia, tamanha identificação com a torcida local.

Em 2018 ele decidiu aparecer para seu país e se transferiu para o River Plate, tradicional time argentino e com esta máxima exposição, conseguiu estar entres os 23 de Sampaoli.

 

Com requintes de crueldade

Os argentinos vieram à Rússia para sofrer, definitivamente. Depois de empatar com a Islândia no primeiro jogo e tomar 3 a 0, fora o baile, da Croácia no segundo, os Hermanos chegaram ao último jogo da primeira fase contra a Nigéria pressionados e com a necessidade de vencer o jogo de qualquer forma.

E começaram até bem, Messi mostrou a que veio e marcou o primeiro gol durante o primeiro tempo. No segundo, Nigéria empata e a partir daí, o jogo entrou no ritmo do tango.

Mas, já dissemos várias vezes por aqui, Argentina é daquelas seleções que entorta varal e jamais, jamais, podemos subestimar times dessa magnitude.

Resultado, Argentina nas oitavas de final. Segurem os Hermanos!!!

Por Bruno Lopes
TAGS: copa do mundo, portalzap, russia, futebol, brasil