Portal Zap - Quando um vale mais do que seis, pergunta ao Tite e mais em nossa coluna sobre a Copa


Quando um vale mais do que seis, pergunta ao Tite e mais em nossa coluna sobre a Copa
Veja:
publicada em 24/06/2018

Foto: FIFA

Um vale mais que seis

Como sua seleção se sentiria ao levar cinco gols ainda no primeiro tempo? Como sua torcida reagiria a esse placar? Pergunte aos panamenhos.

O Panamá mostrou neste domingo o real sentido do esporte na humanidade. A equipe deu exemplo que nem tudo se explica, tudo se sente.

Com o gol histórico marcado por Felipe Baloy (que jogou no futebol brasileiro), na meia hora final de jogo, os caribenhos comemoraram este primeiro gol de sua seleção em copas do mundo, como se este tento os desse uma vaga na próxima fase do mundial da Rússia. Que nada, esqueça o placar, eles querem é comemorar algo que a pouco tempo atrás era inimaginável.

Foi lindo de ser ver. Todos os torcedores em vermelho rindo, emanando alegria pelas arquibancadas. Eles sabiam, no placar estava 6 a 1 para a Inglaterra, mas e daí, eles estavam numa Copa do Mundo.



 Lucas Figueiredo/CBF

Perguntar não ofende

Fred, Fagner, Renato Augusto, Neymar e Douglas Costa, todos esses atletas citados chegaram com problemas físicos no início da preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo em Teresópolis/RJ.  

Se esses jogadores não fossem de tanta confiança do treinador, será que eles tinham sido enviados à Rússia? Cada jogador citado tem uma característica que os torna essenciais a Tite na Copa. Mas, a que custo?

Prestes a jogar a terceira e decisiva partida na primeira fase da Copa, o Brasil não tem à disposição, Danilo (se machucou no primeiro jogo), Douglas Costa (Se lesionou novamente diante da Costa Rica) e temos jogadores como Fagner, Neymar, Renato Augusto e Fred sem estar, nesse momento, 100% de suas condições para disputar uma partida inteira pela seleção.

Será que não erramos em levar tantos jogadores “baleados” para esta copa? Não custa perguntar.


Foto: André Borges/ ComCopa

Parabéns, Leo

Hoje é dia de festa na concentração da Argentina. Leo Messi comemora o seu 31º aniversário. Mas, será que o craque tem motivos para rir?

Os argentinos vêm sofrendo muito nesta Copa do Mundo, aliás, bem antes do mundial, “La Pulga” e companhia sofrem com a falta de preparação adequada para este importante torneio. Mas como aqui, que é o caso do menino Ney, Messi sofre quando os argentinos perdem. Sempre é culpa do jogador por que “se escondeu” ou por que simplesmente é “jogador de clube”. Até parece.

Pode comemorar Leo, afinal de contas o jogo contra a Nigéria vai ser duro e o final pode não ser tão feliz, quanto você merece.

Por Bruno Lopes
TAGS: copa do mundo, portalzap, russia, futebol, brasil